Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5902
Título: A água de São Paulo e a floresta amazônica
Autor(es): Philip Martin Fearnside
Assunto: Floresta amazônica
mudanças climaticas
Ciclo hidrológico
ISSN: 0101-8515
Revista: Ciência Hoje
Volume: 34
Resumo: Para prevenir futuros racionamentos de água e energia, os habitantes de São Paulo e Rio de Janeiro deveriam tomar posição contra o desmatamento da Amazônia. À primeira vista, a frase parece sem sentido, mas está correta. Estudos sobre o clima na América do Sul mostram que grande parte da água das chuvas responsáveis pelo enchimento de rios e reservatórios do Centro-sul do Brasil é ‘exportada’ pela floresta amazônica através de ventos de baixa altitude. Essa transferência pode ser reduzida, no futuro, se a derrubada de grandes áreas de mata não for evitada.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5902
ISSN: 0101-8515
Local de publicação: Brasil
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a_agua_de_sao_paulo.pdf1,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons