Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/11321
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPereira Filho, Manoel-
dc.contributor.authorOishi, César Augusto-
dc.date.accessioned2020-02-13T18:22:10Z-
dc.date.available2020-02-13T18:22:10Z-
dc.date.issued2007-03-13-
dc.identifier.urihttps://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/11321-
dc.description.abstractTambaqui (Colossoma macropomum) is an omnivorous fish, native of the Amazon drain basin and has presented positive commercial value. Rusticity and high productive are characteristics that makes this species interesting for farming. In commercial fish culture, feeding represents about 50 to 70% of the total cost and protein is the most expensive nutrient. Fish meal is the main protein source for fish feed. This cost leads to the use of alternative sources, although anti-nutritional factors limit their inclusion in feeds. The lower protein digestibility is the main limitant factor. This work studied the effect of crescent inclusion levels of Brazil nut meal (Bertholletia excelsa) in feed for juvenile tambaqui. This study was carried out in the CPAq/INPA facilities. 300 juveniles were distributed in 15 plastic boxes in a completely randomized design with four treatments (0,0; 10,0; 20,0; 30,0 % of Brazil nut inclusion) and three replicates each and a treatment to test the ingredient digestibility. Feaces collection method used was a settling water column. Apparent digestibility coefficients of ingredient and rations were higher then expected for all treatments. No significant difference was found for all parameters among treatments, indicating that is possible the inclusion of 30% of Brazil nut meal for feed juvenile tambaqui.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPApt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectTambaquipt_BR
dc.subjectAquiculturapt_BR
dc.subjectSubstituição de ingredientespt_BR
dc.subjectDesempenho produtivopt_BR
dc.subjectDigestabilidade do Tambaquipt_BR
dc.titleResíduo da castanha da amazônia (bertholletia excelsa) como ingrediente em rações para juvenis de tambaqui (colossoma macropomum)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.author-latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4772418U2pt_BR
dc.publisher.programBiologia de Água Doce e Pesca Interior - BADPIpt_BR
dc.description.resumoO tambaqui (Colossoma macropomum) é uma espécie onívora, natural da bacia Amazônica, que possui elevado valor comercial. As características de rusticidade e desempenho produtivo destacam esta espécie para criação em cativeiro. Em criações comerciais, a alimentação pode corresponder de 50 a 70% dos custos de produção, sendo a proteína o nutriente mais caro. A farinha de peixe é a principal fonte de proteína usada nas rações comerciais para peixes. Seu custo alto estimulou à utilização de fontes alternativas de proteína como os alimentos de origem vegetal. Porém, a presença de fatores antinutricionais limita sua inclusão, por diminuírem a digestibilidade da proteína. Neste trabalho estudou-se o efeito da inclusão de níveis crescentes de farinha de resíduo de castanha da Amazônia (Bertholletia excelsa) sobre os parâmetros produtivos e a digestibilidade desse ingrediente teste, bem como os nutrientes das rações para juvenis de tambaqui. Neste experimento 300 peixes foram distribuídos em 15 cones de fibra de vidro, em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos de inclusão de farinha de resíduo da castanha da Amazônia (0,0; 10,0; 20,0; 30,0%) e três repetições, mais um tratamento para testar a digestibilidade do ingrediente. O método de coleta de fezes foi por decantação em coluna de água. Os valores dos coeficientes de digestibilidade aparente das rações e do ingrediente encontrados foram acima do esperado para todos os tratamentos. Para as variáveis estudadas, não houve diferença significativa entre tratamentos, indicando que é possível a inclusão de até 30% de farinha de resíduo da castanha da Amazônia em rações para juvenis de tambaqui, sem prejudicar a performance dos peixes, apesar do aumento de gordura visceral nos tratamentos com maiores níveis de inclusão.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado - BADPI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Cesar_Oishi.pdf302,58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons