Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/11425
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorHardy, Elsa Rodrigues-
dc.contributor.authorSousa, Leila Cristina Almeida de-
dc.date.accessioned2020-02-13T18:22:43Z-
dc.date.available2020-02-13T18:22:43Z-
dc.date.issued2003-
dc.identifier.urihttps://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/11425-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPApt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectCladocerapt_BR
dc.subjectRotifera.pt_BR
dc.subjectZooplânctonpt_BR
dc.titleDiversidade e distribuição da comunidade zooplanctônica em diferentes lagos de várzea na bacia amazônica, Amazonas - Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.author-latteshttp://lattes.cnpq.br/8058492637216474pt_BR
dc.publisher.programBiologia de Água Doce e Pesca Interior - BADPIpt_BR
dc.description.resumoForam estudados 15 lagos de várzea distribuídos no sistema Solimões/Amazonas, entre a região do rio Içá-Tefé, Coari e Manaus-Parintins. O zooplâncton foi coletado no período de águas altas (julho) no ano de 2000. Para isso utilizou-se urna rede de plâncton de 30 cm, com abertura de maIha de 55µm, fazendo-se arrastos horizontais na coluna d'água. As coletas foram realizadas em dois ambientes de cada lago, região limnética e floresta alagada. Esse material foi fixado com formol a 6%. Simultaneamente, foram tomados medidas de profundidade, temperatura da água, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido. Foram estudados os Rotifera e Cladocera. A maior riqueza foi registrada para os rotíferos representados por 104 táxons e os cladóceros por 36 táxons. As famílias que apresentaram táxons mais abundantes e freqüentes foram, Lecanidae, Brachionidae e Trichocercidae. Para os cladóceros, as famílias, Moinidae, Bosmonidae e algumas espécies da família Chydoridae foram abundantes e freqüentes. A maior contribuição percentual dos organismos ocorreu na região limnética dos lagos. As ANOVAs realizadas entre os lagos e os valores de abundância não mostrou diferença significativa entre esses fatores. Os valores dos índices de diversidade foram maiores para a região limnética. Somente urn lago apresentou o valor de eqüitabilidade E = 1.0, indicando que na maioria dos lagos pode estar havendo urna superposição de nichos.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado - BADPI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
leila.pdf4,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons