Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/11490
Title: Morfologia funcional dos mecanismos de alimentação em raias Myliobatoidei, com ênfase em espécies de Potamotrygonidae do médio rio Negro
Authors: Shibuya, Akemi
metadata.dc.contributor.advisor: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Keywords: Raias
Morfologia funcional
Nadadeiras pélvicas
Issue Date: 17-Mar-2009
Publisher: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA
metadata.dc.publisher.program: Biologia de Água Doce e Pesca Interior - BADPI
Abstract: Studies on the feeding mechanisms in elasmobranchs have contributed to understand the mechanics of prey capture and processing; however, this kind of information is still scarce for batoids, considered important predators of the benthic fauna. This study describes the diet and feeding habits of potamotrygonid rays (Potamotrygon motoro, P. orbignyi, Potamotrygon sp. “cururu” and Paratrygon aiereba), analyze their mechanisms of prey capture, and compare these mechanisms phylogenetically related marine rays species (Dasyatis akajei, D. matsubarai and Urolophus aurantiacus). Therefore, specimens of freshwater rays from middle Negro River, Barcelos, Amazonas and marine rays from central eastern coast of Japan were studied. Lateral line canals and orobranchial musculature of these species were studied and described in order to correlate their morphology with the feeding habits of each species. The feeding behavior of P. motoro and D. akajei was studied under aquarium conditions to describe the mechanics of prey capture. Potamotrygon motoro presented carcinophagous habits, whereas P. orbignyi seems to be insetivorous and Paratrygon aiereba consumed mainly fish; Potamotrygon sp. “cururu” showed a generalized carnivorous diet. Differences on the diet may be related to the use of different types of sensitive and feeding mechanisms. In general, the lateral line system in Potamotrygonidae was similar to that of marine species. Dorsal canals possibly play an important role in identifying predators or prey positioned above the ray’s body, and ventral canals probably are employed to precisely locate the position of the prey under the disc. The study of orobranchial musculature showed a direct correlation between the relative size of different muscles and the main prey types consumed. The relative size of such muscles was also valuable to understand the mechanics of prey apprehension, manipulation and transport by P. motoro and D. akajei. Pelvic fins movements are essential to direct the mouth of the ray towards the prey during foraging by P. motoro. Overall, the information on the diet, feeding habits, lateral line system, orobranchial musculature, and feeding behavior obtained during this study allowed a broad and better understanding of the predation modes of these rays, as well as their role in aquatic communities.
metadata.dc.description.resumo: Estudos sobre mecanismos de alimentação em elasmobrânquios têm contribuído na compreensão da mecânica envolvida na captura e processamento de suas presas. No entanto, tais informações são relativamente escassas para o grupo das raias, consideradas grandes predadoras da comunidade bentônica. O presente estudo teve como objetivo descrever a dieta e os hábitos alimentares de espécies de Potamotrygonidae (Potamotrygon motoro, P. orbignyi, Potamotrygon sp. “cururu” e Paratrygon aiereba), bem como analisar seus mecanismos de captura de presas e compará-los aos de espécies de raias marinhas selecionadas (Dasyatis akajei, D. matsubarai e Urolophus aurantiacus). Para isso, foram utilizados espécimes de raias Potamotrygonidae provenientes do médio rio Negro, Barcelos, Amazonas, e de raias marinhas obtidos na costa leste central do Japão. O sistema de canais de linha lateral e a musculatura oro-branquial dessas espécies foram analisados a fim de relacioná-los com os seus hábitos alimentares. A observação do comportamento alimentar em cativeiro de espécimes de P. motoro e D. akajei foi utilizada para analisar a mecânica de captura de presas. Potamotrygon motoro apresentou hábito carcinófago, enquanto P. orbignyi demonstrou ser insetívora e Paratrygon aiereba foi caracterizada como piscívora; Potamotrygon sp. “cururu” mostrou uma dieta carnívora mais generalizada. Tais diferenças na dieta estão relacionadas com o uso de diferentes tipos de mecanismos sensoriais e alimentares. De forma geral, a distribuição dos canais da linha lateral em Potamotrygonidae mostrou-se semelhante ao das espécies marinhas analisadas. Os canais dorsais podem ter a função de identificar a presença de predadores ou presas posicionadas acima do seu corpo, enquanto os canais ventrais provavelmente permitem uma localização precisa da presa sob o corpo da raia. A análise da musculatura oro- branquial indicou a existência de uma relação direta entre a biomassa relativa dos diferentes músculos e os tipos de presas consumidas, e também se mostrou importante para a compreensão da mecânica utilizada para a apreensão, manipulação oral e transporte da presa nos espécimes de P. motoro e D. akajei. Os movimentos das nadadeiras pélvicas observados em indivíduos de P. motoro, mostraram-se importantes para auxiliar no direcionamento da boca à presa durante o forrageamento. A análise conjunta das informações sobre a dieta, hábitos alimentares, sistema de linha lateral, musculatura oro- branquial e do comportamento das raias durante a captura e manipulação de presas permitiu uma compreensão mais abrangente do processo de localização e de alimentação dessas raias e do seu papel trófico nas diferentes comunidades aquáticas em que vivem.
Appears in Collections:Doutorado - BADPI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Akemi Shibuya.pdf4,55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons