Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/12905
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGraça, Paulo Maurício Lima de Alencastro-
dc.contributor.authorBraga, Ana Rita de Oliveira-
dc.date.accessioned2020-02-19T18:35:38Z-
dc.date.available2020-02-19T18:35:38Z-
dc.date.issued2017-07-22-
dc.identifier.urihttps://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/12905-
dc.description.abstractThe municipality (county) of Iranduba is undergoing for an accelerated process of urbanization under the influence of major infrastructure projects such as construction of the Rio Negro Bridge, doubling the width of the Manoel Urbano Highway and, recently, the building the “University City” of the State University of Amazonas. The region closest to Manaus has undergone rapid change in its landscape because of human occupation and urbanization of the area. This is the region where the Environmental Protection Area (APA) of the Right Bank of Rio Negro located. Despite a long history of anthropic action, this APA still has remaining forest. This study presents an evaluation (for the purpose of conservation) of landscape structure and connectivity among forest fragments surrounding the University City. Through landscape metrics calculated using the Fragstats 4.2 program, the number of the fragments was quantified and a structural analysis of these forest fragments was carried out in terms of total area, core area and the composition fragment edges. Finally, four forest fragments were detected near the University City with areas greater than 100 ha that have important characteristics for environmental conservation.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPApt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectConservação Ambientalpt_BR
dc.subjectFragmentos florestaispt_BR
dc.subjectUrbanizaçãopt_BR
dc.titleEstrutura da paisagem e a conectividade entre os fragmentos florestais do entorno da Cidade Universitária do Estado do Amazonaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.author-latteshttp://lattes.cnpq.br/1517941145099844pt_BR
dc.publisher.programGestão de Áreas Protegidas da Amazônia - GAPpt_BR
dc.description.resumoO município de Iranduba está passando por um processo de urbanização acelerado, influenciado pelas grandes obras de infraestrutura executadas, tais como a ponte Rio Negro, duplicação da rodovia Manoel Urbano e, mais recentemente, a implementação da Cidade Universitária do Estado do Amazonas. A região mais próxima a Manaus experimenta uma brusca alteração na paisagem, voltada à urbanização do espaço e a ocupação humana. Nessa região está localizada a Área de Proteção Ambiental Margem Direita do Rio Negro que, apesar da antiga ação antrópica, ainda apresenta remanescentes florestais. Esse trabalho presenta a avaliação da estrutura da paisagem e a conectividade entre os fragmentos florestais do entorno da Cidade Universitária do Estado do Amazonas para fins de conservação ambiental. Por meio do emprego de métricas de paisagem utilizando o programa Fragstats 4.2, foi quantificado o número dos fragmentos e realizado a análise estrutural dos fragmentos florestais em termos de área, área núcleo e composição de bordas. Finalmente, foram identificadas quatro manchas de fragmentos florestais no entorno da Cidade Universitária com áreas maior que 100 ha que possuem características importantes para a conservação ambiental.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado - GAP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_inpa.pdf12,11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons