Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5013
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNascimento, Henrique Eduardo Mendonça-
dc.contributor.authorSiliprandi, Natson de Castro-
dc.date.accessioned2020-01-10T16:23:32Z-
dc.date.available2020-01-10T16:23:32Z-
dc.date.issued2013-09-27-
dc.identifier.urihttps://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5013-
dc.description.abstractIn tropical forests, several studies have shown interspecific differences in allometry and wood density. However, allometric and mechanical variations within the same species growing in different environmental conditions need to be further evaluated. This study aimed to compare the allometry and wood density of Goupia glabra Aubl. (Goupiaceae) in two different sites of terra firme Amazonia forest with different environmental features. The two sites are located in two municipalities, Apuí and Nova Olinda do Norte (NOlinda), and both located in the Amazonas State, Brazil, and are nearly 400 km apart. A total of 65 trees ≥ 10 cm DBH, 29 in Apuí and 36 trees in NOlinda, were sampled. For each tree, DBH, total (Ht) and stem (Hf) height, canopy height (Ch) and diameter (Cd), stem volume (Vc), tapper factor of the bole (FF), and wood density at different positions of the stem were recorded. Except the relationship DAP versus Ht, the allometry of G. glabra differed significantly between sites for all allometric relationships. Trees in NOlinda had higher initial growth than trees in Apuí. On the other hand, the relationships between Ch and Cd with DAP and Ht showed an opposite pattern, wherein trees in NOLinda had significantly greater expansion of the canopy compared to Apuí. The ANOVA detected a significant difference in wood density between sites. The average wood density in Apuí was 8.8% lower than in NOlinda. In both sites there was a significant reduction in the wood density from the bottom to the top of the bole, but no interaction between site and position was detected. The findings of this study highlight the variation in adaptive strategy of G. glabra due to environmental variability between sites. This is probably due to differences in canopy-understory light gradient, which result in the differentiation of resource allocation for the vertical and horizontal growth, which, in turn, implies the mechanical support related to wood density. Furthermore, difference in soil fertility and disturbance regimes between sites may act concomitantly with light intensity.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPApt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectArquitetura de árvorespt_BR
dc.subjectBiomassapt_BR
dc.subjectFloresta abertapt_BR
dc.subjectFloresta densapt_BR
dc.titleAlometria, volumetria e densidade da madeira de Goupia glabra Aubl. (Goupiaceae) em duas áreas de floresta de terra-firme na Amazôniapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.author-latteshttp://lattes.cnpq.br/7055998706171195pt_BR
dc.publisher.programCiências de Florestas Tropicais - CFTpt_BR
dc.description.resumoEm florestas tropicais, diferenças interespecíficas na alometria e densidade da madeira já foram confirmadas por vários estudos. No entanto, diferenças alométricas e mecânicas dentro da mesma espécie crescendo em diferentes condições ambientais necessitam ser ainda avaliadas. Este trabalho teve como principal objetivo comparar a alometria e a densidade básica da madeira de Goupia glabra Aubl. (Goupiaceae) em dois diferentes sítios de floresta de terra-firme na Amazônia brasileira com características ambientais distintas. Os dois sítios estão localizados em dois municípios, Apuí e Nova Olinda do Norte (NOlinda), localizados no estado do Amazonas, Brasil, e distam-se aproximadamente 400 km. Um total de 65 árvores com DAP ≥ 10 cm foi amostrada, sendo 29 em Apuí e 36 em NOlinda. Para cada árvore foi registrado o DAP, a altura total (Ht) e do fuste (Hf), a altura e o diâmetro médio da copa (Ch, Cd), o volume comercial do fuste com casca (Vc), o fator de forma do fuste (FF) e a densidade básica da madeira em diferentes posições do fuste. Com exceção da relação DAP vs. Ht, a alometria de G. glabra diferiu significativamente entre os sítios para todas as relações alométricas. As árvores de NOlinda apresentaram maior crescimento inicial em Hf em comparação à Apuí. Por outro lado, o inverso ocorre para Ch e Cd em função do DAP e Ht, em que as árvores em NOLinda tiveram significativamente maior expansão da copa comparativamente à Apuí. A ANOVA detectou diferença significativa na densidade de madeira entre os sítios. Na média, a densidade da madeira em Apuí foi 8,8% menor que em NOlinda. Nos dois sítios foi observada uma redução significativa da densidade da madeira no sentido da base para o topo do fuste, mas não houve interação entre sitio e posição do fuste. Os resultados deste estudo evidenciam a variação na estratégia adaptativa de G. glabra em função da variabilidade ambiental entre os sítios. Isto ocorre provavelmente pelas diferenças do gradiente de luminosidade do dossel ao sub-bosque, refletindo na diferenciação da alocação de recursos para o crescimento vertical e horizontal o que, em última análise, implica no suporte mecânico relacionado à densidade da madeira. Além disso, diferença em termos de fertilidade dos solos e regime de distúrbios entre os sítios pode atuar concomitantemente com a intensidade luminosa.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado - CFT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natson_Siliprandi.pdf1,13 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons