Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5302
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorHanada, Rogério Eiji-
dc.contributor.authorCaniato, Matheus Miranda-
dc.date.accessioned2020-01-20T20:04:38Z-
dc.date.available2020-01-20T20:04:38Z-
dc.date.issued2018-01-30-
dc.identifier.urihttps://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5302-
dc.description.abstractThe use of rhizobacteria to increase crop productivity by promoting growth and management of the target spot through the induction of systemic resistance to plant diseases are shown as tool capable of allowing the expansion of tomato North region. Thus, the objectives of this work were to evaluate the influence of biochar in the population of cultivable soil bacteria, besides the root colonization capacity of bacterial isolates, growth promotion, phosphate solubilization, indole acetic acid production and induction of resistance to Corynespora almost. The influence of the isolates origin on the mentioned variables was also evaluated. As well as the identification of the bacterial isolates. The influence of the bio-carbon on the population of cultivable soil bacteria was carried out using the colony-forming unit counting methodology. Verification of root colonization was performed using techniques for visualizing turbidity zones in tubes with agar-water (0.8%), optical microscopy and root plating. Growth promotion and induction of resistance were evaluated in greenhouse and the experimental design adopted for both experiments was completely randomized and inoculation of the bacteria was performed by microbiolization. Identification was performed by sequencing the 16S rRNA gene. The results indicate that doses up to 34 t ha-1 positively influence the population of cultivable soil bacteria in the 0-10 cm layer. The three methods used to evaluate root colonization were efficient and complement each other in the interpretation of the results. The isolates ISO4T2, ISO22T3, ISO53T1, ISO17T3 and ISO113T1 promoted an increment in the confirmation test and present potential to be evaluated in the field in the future. Isolates 7T1, 114T1 and 52T2 induced partial resistance against C. cassiicola and present potential to be evaluated under field conditions. The origin of the isolates has influence on the ability to colonize the root system of tomato plants and solubilize phosphate, but does not affect the other variables. The partial sequencing of the 16S rRNA gene allowed the identification of 23 isolates at the genus and group level, but not in species.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPApt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectSolanum lycopersicumpt_BR
dc.subjectCorynespora cassiicolapt_BR
dc.subjectBiocarvãopt_BR
dc.subjectTomateiropt_BR
dc.titlePromoção de crescimento e potencial de indução de resistência em tomateiro à mancha-alvo mediadas por rizobactériaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.author-latteshttp://lattes.cnpq.br/2593436404354132pt_BR
dc.publisher.programAgricultura no Trópico Úmido - ATUpt_BR
dc.description.resumoA inoculação de rizobactérias visando o aumento da produtividade das culturas, por meio da promoção de crescimento e o manejo da mancha alvo por meio da indução de resistência sistêmica a doenças em plantas, mostram-se como ferramentas capazes de permitirem a expansão do cultivo de tomate na Região Norte. Assim, os objetivos desse trabalho foram avaliar a influência do biocarvão sobre a população de bactérias cultiváveis do solo, além da capacidade de colonização radicular dos isolados bacterianos, promoção de crescimento, solubilização de fosfato, produção de ácido indól acético e indução de resistência a Corynespora casiicola. A influência da origem dos isolados sobre as variáveis mencionadas também foi avaliada. Assim como foi realizada a identificação dos isolados bacterianos. A influência do biocarvão sobre a população de bactérias cultiváveis do solo foi realizada por meio da metodologia de contagem de unidade formadora de colônias. A verificação da colonização radicular foi realizada por meio das técnicas de visualização de zonas de turbidez em tubos com ágar-água (0,8%), microscópia de luz e plaqueamento de raízes. A promoção de crescimento e a indução de resistência foram avaliadas em casa de vegetação e o delineamento experimental adotado para ambos os experimentos foi o inteiramente casualizado e a inoculação das bactérias foi realizada por microbiolização. A identificação foi realizada por meio do sequenciamento do gene 16S rRNA. Os resultados indicaram que doses até 34 t ha-1 influenciaram de forma positiva a população de bactérias cultiváveis do solo na camada de 0-10 cm. Os três métodos utilizados para avaliação da colonização radicular se mostraram eficientes e se complementaram na interpretação dos resultados. Os isolados ISO4T2, ISO22T3, ISO53T1, ISO17T3 e ISO113T1 promoveram incremento no teste de confirmação e apresentaram potencial para serem avaliados futuramente em campo. Os isolados, 7T1, 114T1 e 52T2 induziram resistência parcial a C. cassiicola e apresentaram potencial para serem avaliados em condição de campo. A origem dos isolados influenciou a capacidade de colonizar o sistema radicular de plântulas de tomateiro e de solubilizar fosfato. O sequenciamento parcial do gene 16S rRNA, permitiu identificar 23 isolados em nível de gênero e grupo, mas não em espécie.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado - ATU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Matheus Miranda Caniato.pdf2,81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons