Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5364
Title: Avaliação experimental do efeito da contaminação por óleo lubrificante sobre larvas de Osteocephalus taurinus (Amphibia, Hylidae)
Authors: Monteiro, Josedec Mateus Faria
metadata.dc.contributor.advisor: Keller, Cláudia
Issue Date: 2005
Publisher: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA
metadata.dc.publisher.program: Agricultura no Trópico Úmido - ATU
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho avaliou-se, através de exposições a curto e longo prazo, os efeitos diretos e indiretos de óleo lubrificante queimado sobre larvas do hilídeo Osteocephalus taurinus. Através de exposições de 96 h a um gradiente crescente de concentrações, avaliou­se os efeitos agudos da contaminação por óleo lubrificante queimado, nas formas sobrenadante e emulsificada, sobre ovos e larvas de O. taurinus em estágio 25, de acordo com Gosner (1960). O óleo emulsificado foi mais letal do que o óleo sobrenadante. Ovos foram mais resistentes à contaminação do que girinos no estágio 25 de Gosner. Para avaliação dos efeitos crônicos da exposição a baixas concentrações de óleo, girinos em estágio 25 de Gosner foram expostos a óleo lubrificante queimado na forma sobrenadante até alcançarem a metamorfose em um experimento unifatorial de três níveis de contaminação (0.25, 0.5 e 1.0 ml/l). Nas três concentrações de óleo houve aumento significativo na duração do período larvário e diminuição da taxa de crescimento e do comprimento na metamorfose. A taxa de mortalidade nas concentrações 0.5 e 1.0 ml/l foi significativamente maior do que no controle. A taxa de malformações na concentração de 1.0 ml/l foi significativamente maior do que no controle. O efeito da exposição a óleo lubrificante queimado sobre a taxa de predação de girinos foi avaliado através de testes de predação por larvas de odonatas, usando girinos no estágio 25 de Gosner mantidos em 0.25 e 1.0 ml/l de óleo durante 30 dias. A taxa de predação de girinos mantidos em 1.0 ml/l foi significativamente maior do que de girinos controle. Os efeitos indiretos da contaminação foram avaliados por meio da disponibilidade de alimento em um experimento de campo em poças artificiais, usando as concentrações de 0.25, 0.5 e 1.0 ml/l. Os girinos foram mantidos nas poças por 80 dias sem receber suplementação alimentar. O efeito sobre a mortalidade neste experimento foi maior do que o observado quando os girinos receberam suplementação alimentar. Este estudo indica que um aumento da emulsificação do óleo com o tempo de contaminação pode aumentar o perigo de extinção das larvas. As taxas de mortalidade após 96 horas, assim com os valores de CL50 96h, foram similares para óleo sobrenadante e emulsificado. No entanto, altas taxas de mortalidade começaram aparecer após 43 horas (óleo sobrenadante) e 28 horas (óleo emulsificado) para ovos, e após 13 horas (óleo sobrenadante) e 8 horas (óleo emulsificado) para girinos. Os efeitos crônicos produzidos por exposição a baixas concentrações de óleo sobrenadante são indícios de que a contaminação contínua por óleo lubrificante queimado pode desequilibrar a dinâmica populacional de anfíbios. Estes resultados representam uma primeira abordagem às conseqüências da contaminação por derivados de petróleo sobre comunidades larvárias de anfíbios de igarapés e poças de floresta de terra firme.
URI: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5364
Appears in Collections:Mestrado - ATU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
josé vagner valente (1).pdf4,01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons