Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/2661
Título: Sustainable Use of Calathea lutea in Handicrafts: A Case Study from the Amanã Sustainable Development Reserve in the Brazilian Amazon
Autor(es): Juliana Menegassi Leoni
Flávia Regina Capellotto Costa
Assunto: handicraft
plant management
non-timber forest product
ISSN: 0013-0001
Revista: Economic Botany
Volume: online
Resumo: Este estudo teve como objetivos entender o extrativismo e uso local de Calathea lutea, espécie herbácea usada na confecção de cestaria por comunidades locais da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã (RDSA). C. lutea está associada aos estágios iniciais da sucessão de capoeiras e roças abandonadas e é freqüentemente encontrada em manchas monodominantes, os cauaçuzais. Foram descritos aspectos da biologia e ecologia de C.lutea, incluindo a distribuição, abundância e disponibilidade do recurso através de estudos de campo e georreferenciamento. Foram medidas as áreas das colônias e estimada a produção e o consumo de talos maduros nessa área. Com essa informação estimamos o status atual do uso extrativo dessa planta. C. lutea apresenta crescimento vigoroso e floração contínua. As populações apresentaram densidade média de 1.699 ± 754 touceiras/ha nos Cauaçuzais. Foram georreferenciados 41 cauaçuzais totalizando 26 hectares, 44.200 mil touceiras e cerca de 850 mil talos maduros. As artesãs consumiram em 2006 aproximadamente 15 mil talos maduros, o que corresponde a cerca de 2 % do estoque disponível. Sendo assim, o estoque atual é capaz de suprir a demanda e não há evidencias de que a exploração possa prejudicar a espécie. As observações sobre a biologia da espécie sugerem que C. lutea seja inibidora do processo sucessional, pois possui ampla capacidade de dispersão, colonização e permanência em áreas alteradas. Cauaçu colonizou cerca de 50 % da várzea alta anteriormente convertida em agricultura em duas das quatro comunidades abordadas nesse estudo. Para estabelecer agroecossistemas mais produtivos, saudáveis e com maior valor de uso indica-se a implementação de pousio melhorado nas áreas de roça liberadas para a sucessão e em cauaçuzais menos utilizados, através do enriquecimento com frutíferas e espécies madeireiras.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/2661
ISSN: 0013-0001
DOI: http://dx.doi.org/10.1007/s12231-013-9223-x
Aparece nas coleções:Coordenação de Biodiversidade (CBIO)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons