Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3481
Título: Efeito do cloreto de sódio sobre as respostas fisiológicas e controle de helmintos monogenóides em tambaqui (Colossoma macropomum)
Autor(es): Edsandra Campos Chagas
Jose Celso de Oliveira Malta
Lucelle Dantas de Araújo
Levy Carvalho Gomes
Angela Maria Bezerra Varella
Assunto: Estresse
Fisiologia
Sanidade
ISSN: 0044-5967
Revista: Acta Amazonica
Volume: 42
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do sal (NaCl) sobre as respostas fisiológicas e controle de helmintos monogenóides em tambaqui (Colossoma macropomum). Para isso, juvenis de tambaqui (42,38 ± 0,47 g; 13,90 ± 0,06 cm) foram transferidos para tanques de 350L e aclimatados por um período de 24 horas. Os ensaios foram conduzidos utilizando as concentrações de 0, 2, 4, 6 e 8 g de sal comum L-1 de água, nos tempos de exposição de 30, 60 e 120 minutos, com três repetições por tratamento. A tolerância dos tambaquis ao sal e a eficácia deste sobre os helmintos monogenóides foi avaliada mediante análise dos indicadores fisiológicos (glicose, cloretos, sódio e potássio plasmático) e parasitológicos (número total de parasitas e prevalência). Tambaquis expostos a 4 g NaCl L-1 por 120 minutos, 6 e 8 g NaCl L-1 por 60 e 120 minutos apresentaram maior elevação da glicose plasmática e na concentração de 8 g NaCl L-1 por 120 minutos maiores níveis de cloreto plasmático. A prevalência de monogenóides nas brânquias foi de 100% e todas as concentrações de sal avaliadas neste estudo não foram eficazes na redução dos helmintos monogenóides em tambaqui.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3481
ISSN: 0044-5967
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672012000300017
Aparece nas coleções:Coordenação de Biodiversidade (CBIO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeito_do_cloreto_de_sodio.pdf2,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons