Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3534
Título: Estabelecimento de Echinochloa polystachya (H.B.K.) Hitchcock (Poaceae) em solo de várzea contaminado com petróleo de Urucu
Autor(es): Aline Lopes
Maria Teresa Fernandez Piedade
ISSN: 0044-5967
Revista: Acta Amazonica
Volume: 39
Resumo: A utilização de plantas para fitorremediação do solo requer que a concentração do poluente esteja dentro dos limites de tolerância da planta para que o tratamento seja eficaz. O rebrotamento e crescimento da herbácea aquática Echinochloa polystachya em solo de várzea contaminado por petróleo de Urucu foram estudados por meio do plantio de propágulos em frascos com 2 L de solo contaminado pela mistura de 7 dosagens de petróleo, distribuídas entre 0 e 0,46 L m-2. O experimento foi realizado em Casa de Vegetação e as plantas foram monitoradas durante 70 dias. Em resposta ao aumento da dosagem do petróleo, houve diminuição da biomassa aérea, da proporção de biomassa aérea viva/aérea total, do comprimento da folha e do número de folhas. A interação entre dosagem e tempo de exposição levou à diminuição do número de folhas, comprimento da folha, altura de inserção da primeira folha e aumento do número de folhas com comprometimento fitossanitário. A utilização de E. polystachya para fitorremediação pode estar limitada a solos com baixas dosagens de petróleo de Urucu.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3534
ISSN: 0044-5967
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672009000300013
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
estabelecimento.pdf336,28 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons