Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3537
Título: Global warming in Amazonia: impacts and Mitigation
Autor(es): Philip Martin Fearnside
Assunto: Aquecimento Global
Carbono
Efeito Estufa
ISSN: 0044-5967
Revista: Acta Amazonica
Volume: 39
Resumo: O aquecimento global tem impactos potencialmente catastróficos na Amazônia, e, ao mesmo tempo, a manutenção da floresta amazônica oferece uma das opções mais valiosas e baratas para mitigar as mudanças climáticas. Nós sabemos que o fenômeno de El Niño, causado por uma oscilação da temperatura da superfície da água no Pacífico, tem impactos sérios na Amazônia, causando secas e incêndios florestais, como aconteceram em 1997-1998. Oscilações de temperatura no Atlântico também provocam secas severas, como em 2005. Nós também sabemos que árvores amazônicas morrem, tanto do fogo como do estresse hídrico sob condições quentes e secas. Além disso, a água reciclada pela floresta fornece chuva que mantém as condições climáticas apropriadas para floresta tropical, especialmente durante a estação seca. O que nós precisamos saber com urgência, por meio de pesquisa intensificada, inclui como representar melhor o El Niño e as oscilações no Atlântico, nos modelos climáticos, como representar as retroalimentações bióticas nos modelos usados para tomada de decisão sobre o efeito estufa, e um estreitamento da gama das estimativas da sensitividade climática (para reduzir a incerteza sobre a probabilidade de impactos muito severos). Assuntos que precisam ser negociados incluem a definição de mudança de clima "perigosa", com os correspondentes níveis máximos das concentrações de gases de estufa na atmosfera. Mitigação do efeito estufa tem que incluir a manutenção da floresta amazônica, o que traz benefícios para o combate ao efeito estufa por meio de dois papéis separados: diminuir o fluxo de emissões de carbono que acontece em cada ano devido ao ritmo rápido do desmatamento, e evitar a emissão do estoque de carbono na floresta restante que pode ser liberada de várias maneiras, inclusive por causa da própria mudança climática. Barreiras impedindo a recompensação da manutenção de floresta incluem a necessidade por recompensas financeiras para ambos estes papéis. Outras necessidades são continuar a redução da incerteza relativo às emissões e ao processo de desmatamento, assim como também um acordo sobre a base da contabilidade do carbono. Por ser um dos países mais sujeito aos impactos da mudança climática, o Brasil tem que assumir a liderança na luta contra o aquecimento global.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3537
ISSN: 0044-5967
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0044-59672009000400030
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
global.pdf232,71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons