Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3552
Título: Crescimento em Ischaemum rugosum Salib. sob três níveis de sombreamento
Autor(es): Maria Rosangela Malheiros Silva
Ricardo Antonio Marenco
ISSN: 0100-8358
Revista: Planta Daninha
Volume: 18
Resumo: O capim-macho (Ischaemum rugosum Salisb.) é uma das invasoras mais importantes na cultura do arroz no Estado do Maranhão. O objetivo deste trabalho foi estudar em casa de vegetação, o crescimento de Ischaemum rugosum sob três níveis de sombreamento (70, 60 e 10%). As plantas foram coletadas aos 7, 14, 35, 42, 56, 70, 91, 112 e 133 dias após emergência (DAE). Em cada coleta, determinou-se a área foliar (Af) e matéria seca das folhas, colmos e raízes. O acúmulo de matéria seca das folhas, colmos e raízes foram menores nas plantas cultivadas sob o maior nível de sombreamento. A biomassa das raízes aumentou com a diminuição do nível de sombreamento. Tanto a área foliar como a taxa de crescimento relativo (Rw) foram maiores nas plantas cultivadas sob alto sombreamento (60 e 70%). No entanto, a taxa assimilatória líquida (EA) foi maior no tratamento sob baixo sombreamento (10%). A luminosidade influenciou a partição de assimilados na planta, sob baixo sombreamento, as raízes foram os drenos preferenciais durante a fase vegetativa, e os colmos na reprodutiva. No maior sombreamento, os colmos e as folhas foram os drenos preferenciais. Folhas mais espessas foram observadas no tratamento sob menor sombreamento.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3552
ISSN: 0100-8358
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582000000200001
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
crescimento.pdf217,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons