Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3591
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorMarciel José Ferreira
dc.contributor.authorJosé Francisco de Carvalho Gonçalves
dc.contributor.authorJoão Baptista S Ferraz
dc.date.accessioned2016-02-26T21:28:41Z-
dc.date.available2016-02-26T21:28:41Z-
dc.date.issued2012
dc.identifier.issn0103-9954
dc.identifier.urihttp://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/3591-
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi analisar as taxas de crescimento absoluto (TCA), as trocas gasosas foliares e o potencial hídrico foliar (YW) de plantas jovens de castanheira-da-Amazônia (Bertholletia excelsa Humb. & Bonpl.), quando submetidas a tratamentos de adubação (química ou verde), comparados com tratamento sem adubação, para restauração de área degradada na Amazônia central. Os tratamentos aplicados foram: controle (sem adubação), adubação química (Ouromag®) e adubação verde (fragmentos de galhos e folhas). A TCA em diâmetro e altura, no tratamento com adubação verde, foi cerca de 12 vezes superior ao controle. O YW atingiu na antemanhã o valor máximo de -0,19 MPa e ao meio-dia o valor mínimo de -2,8 MPa, ambos no tratamento com adubação verde. A eficiência intrínseca no uso da água (EIUA) não exibiu diferenças entre os tratamentos. Ao contrário da eficiência no uso da água (EUA), que, nos tratamentos com adubação verde e química, foram observados aumentos de 66 e 38%, respectivamente, em relação ao controle. Portanto, conclui-se que os tratamentos de adubação, especialmente a adubação verde, devido a melhorias que proporciona no uso dos recursos primários, bem como a água, desempenham papel importante no crescimento de plantas de Bertholletia excelsa na fase jovem de plantios florestais sobre área degradada na Amazônia.
dc.languagePortuguês
dc.rightsLivre
dc.subjecttaxa de crescimento absoluto
dc.subjectpotencial hídrico foliar
dc.subjectBertholletia excelsa
dc.titleCrescimento e eficiência do uso da água de plantas jovens de castanheira-da-amazônia em área degradada e submetidas à adubação
dc.typeArtigo
dc.description.volume22
dc.publisher.periodicoCiência Florestal (UFSM. Impresso)
dc.identifier.doihttps://dx.doi.org/10.5902/198050985747
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
crescimento.pdf900,74 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons