Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/4536
Título: Fenologia e produtividade do jambo (Syzygium malaccensis) na Amazônia Central.
Autor(es): Martha de Aguiar Falcão
Norival D Paraluppi
Charles Roland Clement
Assunto: Syzygium malaccensis
Fenologia
Produtividade
ISSN: 0044-5967
Revista: Acta Amazonica
Volume: 32
Resumo: O jambeiro (Syzygium malaccensis Merr. & Perry, Myrtaceae) é uma fruteira originária do sudeste da Ásia, hoje muito comum e apreciada na América do Sul e Central. O conhecimento de sua fenologia pode contribuir para o planejamento e o manejo do plantio, e a comercialização dos frutos. Num estudo realizado de janeiro de 1980 a dezembro de 1982 com árvores de cinco anos de idade, plantadas como ornamental em Manaus, AM, Brasil, constatou-se que a floração e a frutificação do jambeiro ocorreram duas vezes ao ano: em meado da estação chuvosa (março) e durante o período de estiagem (julho-agosto). Ambos eventos foram rápidos, com duração de sete a 15 dias, levando cerca de um mês entre a floração e a safra. O estímulo climático à floração não foi evidente. O jambeiro apresentou vingamento moderado (4 a 10%), como ocorre com a maioria das fruteiras da Amazônia. Um grande número de abelhas visitou as flores, sugerindo uma síndrome de polinização, em lugar de co-evolução com uma espécie ou gênero. A produtividade foi relativamente baixa, variando de 17,7 a 69.7 kg/planta, equivalente a 4 a 14 t/ha, sendo conveniente lembrar que essas árvores nunca foram adubadas.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/4536
ISSN: 0044-5967
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1809-43922002321008
Local de publicação: Brasil
Aparece nas coleções:Coordenação de Tecnologia e Inovação (COTI)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
fenologia.pdf875,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons