Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5947
Título: Hidrogeoquímica das águas subterrâneas da cidade de Iranduba (AM), Brasil
Autor(es): Márcio Luiz da Silva
Maria do Socorro R. da Silva
Assunto: RECURSOS HÍDRICOS
Amazônia
Gestão de Recursos
ISSN: 1678-6343
Revista: Caminhos de Geografia (UFU)
Volume: 8
Resumo: A cidade de Iranduba está à margem direita do rio Negro, à esquerda do Solimões e sobre os sedimentos terciários areno-argilosos da Formação Alter do Chão, de idade cretácea. A região está associada a um índice médio pluviométrico de 2.300 mm/ano, um clima quente e úmido e uma exuberante cobertura vegetal. O abastecimento de água é realizado por empresa particular, através de distribuição a partir de poços tubulares. Objetivando investigar a hidrogeoquímica das águas subterrâneas de Iranduba, aferiram-se variáveis físicas, físico-químicas e químicas das amostras de águas de poços tubulares selecionados. Os resultados obtidos mostraram que as águas subterrâneas estudadas têm concentrações altas de constituintes dissolvidos na porção sudeste da área de estudo, oriundas da Formação Nova Olinda e, em sua maioria, são potássicas e sódicas, ocorrendo uma delas com caráter misto e duas magnesianas e foram classificadas como clorosulfatadas magnesiana e clorosulfatadas sódica. De acordo com as variáveis analisadas, a qualidade das águas subterrâneas é apropriada para o consumo humano.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5947
ISSN: 1678-6343
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
hidrogeoquimica.pdf217,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons