Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5978
Título: A espécie humana como componente do ecossistema global no século XXI
Autor(es): Philip Martin Fearnside
Assunto: Impactos Ambientais
Efeito Estufa
mudanças climaticas
ISSN: 0104-5490
Revista: Revista de Geografia (Recife)
Volume: 17
Resumo: Humanos são uma parte do ecossistema global, e alcançaram um ponto onde suas ações são capazes de desestabilizar funções básicas que mantêm a qualidade ambiental na Terra, inclusive a sua produtividade e habitabilidade. Estas relações estão mudando rapidamente no início do Século XXI, e pode ser esperado que continuem mudando ao longo do século. Mudanças em percepção do lugar de humanos no ecossistema global ficam para trás das reais mudanças nesta relação, mas também é provável acelerar ao longo dos próximos 100 anos. Mudanças importantes incluem o efeito estufa, a freqüência e a severidade dos eventos El Niño, a possibilidade de “surpresas” climáticas e a perda de biodiversidade. Mudanças da nossa relação com o ecossistema do tipo “guardiões” são necessárias, mas não é automática. Uma mudança desse tipo exige que as sociedades humanas tomem ações fortes para re-alinhar as suas relações no ecossistema global. Funções de florestas, tais como manutenção de biodiversidade, ciclagem de água e o balanço de carbono, são serviços ambientais que, se incorporados no sistema econômico, poderiam redirecionar ações humanas significativamente, sobretudo na Amazônia.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/5978
ISSN: 0104-5490
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a_especie_humana.pdf31,08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons