Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/6149
Título: Hidroquímica da Amazônia Central III. Química da Água da Lavagem da Floresta no Ecossistema Campina Amazonica Stemflow.
Autor(es): A. dos SANTOS
.N.M.G RIBEIRO
J.S.B RIBEIRO
Sérgio Roberto Bulcão Bringel
ISSN: 0044-5967
Revista: Acta Amazonica
Volume: 112
Resumo: No período de junho de 1974 a maio de 1975, foi estudada, através de análises químicas, a água de lavaqem da floresta em três agrupamentos florísticos na Reserva Biológica de Campina. Esta abordagem procurou quantificar a entrada de íons e compostos orgânicos nutritivos usados por macro e micropopulações como fonte de energia e alimento, lixiviados através das precipitações do dossel da floresta. Os resultados das determinações químicas e físico-químicas (médias mensais) mostraram que nos três agrupamentos existem pequenas diferenças individuais nas quantidades carreadas de P-total N-NO-3 e Ca2-+-, enquanto que N-NH2+-4' N-Orgânico, N-total e Mg2-+- apresentaram diferenças quantitativas apreciáveis. Entretanto as maiores quantidades lixlviadas foram de material orgânico. Os compostos nitrogenados mostraram ser mais facilmente carreados, seguidos em ordem decrescente do cálcio, magnésio e fósforo total em todo o sistema, exceção feita à campina onde a concentração de magnésio superou a do cálcio. As variações sazonais observadas com a liberação e transporte de nutrientes do dossel da floresta para o solo, estão intimamente ligadas à duração, à intensidade e à distribuição da precipitação pluvial, na área estudada.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/6149
ISSN: 0044-5967
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
hidroquimica_tres.pdf8,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons