Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/6164
Título: Composição e riqueza de formigas (Hymenoptera: Formicidae) em savana e ambientes associados de Roraima
Autor(es): Tatiana S Peixoto
Catarina Praxedes
Fabricio Baccaro
Reinaldo Imbrozio Barbosa
Moisés Mourão Jr
Moisés Cordeiro Mourão de Oliveira Junior
ISSN: 1982-8470
Revista: Agro@mbiente On-line
Volume: 4
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição, riqueza e abundância de formigas (Hymenoptera: Formicidae) em ambientes de savana e sistemas associados aproveitando os gradientes de uso (natural; antrópico) e estrutura da vegetação (florestal; não-florestal). Os ecossistemas avaliados foram (i) mosaico de savana parque-campo sujo (natural; não-florestal), (ii) mata galeria em ambiente de savana (natural; florestal), (iii) capoeira derivada de contato floresta-savana (antropizado; florestal) e (iv) silvicultura de Acacia mangium Willd. derivada de savana parque (antropizado; florestal). Foram utilizados dois métodos de coleta, isca de sardinha e armadilhas de queda (pitfall traps). Cada ecossistema foi amostrado de duas a quatro vezes entre os meses de setembro e dezembro de 2007. Cada rodada de coleta consistiu de 25 unidades amostrais de cada método distribuídas em cinco transectos de 100 m, distanciados 40 m entre si abrangendo uma área de 100 m2. Somados os dois métodos de coleta, foram identificadas 77 espécies ou morfo-espécies de formigas pertencentes a sete subfamílias (25.408 indivíduos). A monocultura de A. mangium apresentou 49 espécies, mata galeria 46, capoeira 44 e savana 25. Os dois gêneros de maior ocorrência foram Crematogaster (60,4% dos indivíduos) e Pheidole (24,8%). Não foi encontrado nenhum padrão de composição das espécies evidente pela análise de MDS (Escalonamento Multidimensional Não-métrico). Existe uma fraca tendência de agrupamento das amostras da mata galeria, porém as amostras coletadas na savana, normalmente consideradas áreas mais homogêneas, apresentaram a maior diferença de composição.
URI: http://repositorio.inpa.gov.br/handle/123/6164
ISSN: 1982-8470
DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v4i1.345
Aparece nas coleções:Coordenação de Dinâmica Ambiental (CDAM)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
composisao_e_riqueza.pdf415,27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons