Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/13487
Título: The Larval Development of Palaemonid Shrimps from the Amazon region reared In the laboratory. VII. Abbreviated development of Pseudopalaemon amazonensis Ramos-Porto, 1979 (Crustacea: Decapoda: Caridea)
Título(s) alternativo(s): Desenvolvimento Larval de Camarões Palaemonídeos da região Amazônica obtido em laboratório. VII. Desenvolvimento abreviado de Pseudopalaemon amazonensis Ramos-Porto, 1979 (Crustacea: Dccapoda: Caridea)
Autor: Magalhães, Célio
Medeiros, Nelma
Palavras-chave: Palaemonidae
Pseudopalaemon Amazonensis
Larval Development
Amazon
Freshwater Shrimp
Palaemonidae
Pseudopalaemon Amazonensis
Desenvolvimento Larval
Amazônia
Camarão De Água Doce
Data do documento: 1998
Revista: Acta Amazonica
Encontra-se em: Volume 28, Número 4, Pags. 433-433
Abstract: Larval development of the freshwater shrimp Pseudopalaemon amazonensis Ramos-Porto was studied in the laboratory based on the offspring of ovigerous females collected in a small "terra-firme" forest stream near Manaus, Brazil. Ovigerous females with a mean total length of 36.5 ± 1.9 mm carried 13-19 eliptical, yolk-rich eggs measuring 2.55 ± 0.16 x 1.64 ± 0.11 mm. The larval period consisted of 3 benthie stages and the larvae accomplished metamorphosis after 7-8 days without feeding. The newly-hatched larva had sessile eyes and all appendages, except for the uropods; chelipeds were present as uniramous buds, but walking legs were fully developed and functional. Descriptions and illustrations of the 3 larval and first juvenile stages are presented.
Resumo: Foi estudado o desenvolvimento larval do camarão dulcícola Pseudopalaemon amazonensis Ramos-Porto criado em laboratório, a partir das larvas eclodidas de fêmeas ovadas coletadas em um pequeno igarapé de terra-firme das proximidades de Manaus, Brasil. Fêmeas ovadas de comprimento total médio de 36,5 ± 1,9 mm carregavam 13-19 ovos elípticos e ricos em vitelo, medindo 2,55 ± 0,16 x 1,64 ± 0,11 mm. O período larval consistiu de 3 estágios larvais bentônicos e as larvas alcançaram a metamorfose após 7-8 dias, sem ingestão de alimento. A larva recém-eclodida apresentou olhos sésseis e todos os apêndices, à exceção dos urópodos; queliopodos estavam presentes na forma de botões unirremes, mas as pernas locomotoras estavam totalmente desenvolvidas e funcionais. São apresentadas as descrições e ilustrações dos 3 estágios larvais e do 1o estágio de juvenil.
DOI: 10.1590/1809-43921998284448
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo-inpa.pdf1,66 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons