Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5345
Title: Quintais agroflorestais: estudo de caso da Comunidade Boa Esperança, município de Presidente Figueiredo, Amazonas
Authors: Lima, Rosângela
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Luiz
metadata.dc.contributor.co-advisor: Azevedo, Jose
Keywords: Agroecossistemas
Sistemas agroflorestais
Agricultura familiar
Issue Date: 26-Jul-2019
Publisher: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA
metadata.dc.publisher.program: Agricultura no Trópico Úmido - ATU
Abstract: The agroforestry homegardens constitute one of the most important agroforestry systems due to its intensive production, providing a variety of products for local use, contributing to the quality of life of the populations and in the maintenance of various products for family consumption, in addition to generate marketable surpluses, collaborating with the regional economy. The objective of this study was to characterize agroforestry homegardens of rural community Good Hope, municipality of Presidente Figueiredo, Amazonas, in relation to agrobiodiversity and the socioeconomics. They were selected for this study 30 agroforestry homegardens, contributing to the generation of income and food production for families sponsors of homegardens. The study was conducted from semi-structured interviews and associated with the technique of tour-guided, in addition to the application of questionnaires. For data analysis, has built up a database with information obtained in the interviews and the floristic. Subsequently, we used a descriptive statistics where the data were systematized in the Excel program for Windows®. The interviews were conducted primarily with the residents are responsible for the maintenance of homegardens, being interviewed 21 female and 9 male interviewees. The age of the interviewees ranged from 15 to 78 years. The family income of the majority of households is derived from the production of vegetables. The homegardens behave on average 3.6 people per household. The area of cultivation of homegardens varies between 0.3 and 2.6 ha, with an average of 1.2 ha. Were recorded 152 plant species from 65 plant families, intended for 10 different uses. The fruit trees, main components of homegardens, more frequent were mango, avocado, banana, coconut and cupuaçu. The provenances of the species is, in the majority of cases obtained with neighbors, relatives and friends or produced by the farmer himself, corresponding to 76.7% and 53.3% of the origin, respectively. The main animals found in the homegardens were dogs, cats, chickens, ducks. The production of homegardens is intended exclusively for the consumption of the family, however, 47% besides the own consumption, perform marketing of surplus production to assist in the composition of family income. The management is performed by a man and a woman of the family in most backyards. The management practices more held in homegardens are weeding and the introduction of new species. The majority of synthetic inorganic wastes are burned and the organic waste used primarily to feed the animals. The use of medicinal plants is performed in 83.3% of homegardens.
metadata.dc.description.resumo: Os quintais agroflorestais se constituem um dos sistemas produtivos mais importantes devido à sua produção intensiva, fornecendo uma diversidade de produtos para uso local, contribuindo com a qualidade de vida das populações e na manutenção de diversos produtos para o consumo familiar, além de gerar excedentes comercializáveis, colaborando com a economia regional. Este estudo teve como objetivo, caracterizar quintais agroflorestais da comunidade rural Boa Esperança, município de Presidente Figueiredo, Amazonas, em relação à agrobiodiversidade e à socioeconomia. Foram selecionados para este estudo, 30 quintais agroflorestais, que contribuem para a geração de renda e produção de alimentos para as famílias mantenedoras dos quintais. O trabalho foi conduzido a partir de entrevistas estruturadas e semiestruturadas, associadas à técnica da turnê-guiada, além da aplicação de questionários. Para análise dos dados, construiu-se um banco de dados com as informações obtidas nas entrevistas e no levantamento florístico. Posteriormente, utilizou-se uma estatística descritiva onde os dados foram sistematizados no programa Excel for Windows®. As entrevistas foram realizadas principalmente com os moradores responsáveis pela manutenção dos quintais, sendo 21 entrevistados do sexo feminino e 9 do sexo masculino. A idade dos entrevistados variou de 15 a 78 anos. A renda familiar da maioria das famílias é proveniente da produção de hortaliças. Os quintais comportam em média 3,6 pessoas por domicílio. A área de cultivo dos quintais varia entre 0,3 e 2,6 ha, com uma média de 1,2 ha. Foram registradas 152 espécies de plantas, de 65 famílias botânicas, destinadas a 10 diferentes usos. As fruteiras mais frequentes, principais componentes dos quintais, foram manga, banana, abacate, coco e o cupuaçu. As procedências das espécies são, na maioria dos casos, obtidas com vizinhos, parentes e amigos ou produzidas pelo próprio agricultor, correspondendo a 76,7% e 53,3% da origem, respetivamente. Os principais animais encontrados nos quintais foram cachorros, galinhas, gatos, patos. A produção dos quintais é destinada exclusivamente ao consumo da família; no entanto, 47%, além do próprio consumo, realizam a comercialização do excedente de produção para auxiliar na composição de renda da família. O manejo é realizado pelo homem e a mulher da família na maioria dos quintais. As práticas de manejo mais realizadas nos quintais são a capina e a introdução de novas espécies. A maior parte dos resíduos inorgânicos sintéticos é queimada e os resíduos orgânicos são utilizados principalmente para alimentar os animais. A utilização de plantas medicinais é realizada em 83,3% dos quintais.
URI: https://repositorio.inpa.gov.br/handle/1/5345
Appears in Collections:Mestrado - ATU

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosangela_Dissertação do Mestrado Final.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons